A musculação é a atividade física mais indicada para a hipertrofia dos músculos. Para isso é feito o levantamento de pesos, seja com halteres ou aparelhos específicos.

Entretanto, somente a musculação pode não ser suficiente para ganhar massa magra. Para atingir esse objetivo, a musculação representa apenas 20% do processo. Os outros 80% do ganho de massa muscular estão relacionados aos seus hábitos fora da academia: repouso e alimentação.

A alimentação adequada fornece energia para a hipertrofia e para impedir o catabolismo (perda de massa magra). No entanto, muitas vezes, é necessário complementar com a suplementação alimentar para facilitar o dia a dia e os ganhos anabólicos. Só que não adianta comprar qualquer suplemento e seguir uma dieta conforme sua cabeça, ou parecida com a do amigo. Cada corpo é único e, portanto, demanda uma quantidade de nutrientes e de energia diferente.

ONDE ESTOU ERRANDO?

O treino de hipertrofia não é tão simples quanto parece. Para ser bem feito, deve ser realizado com cuidado, atenção e com ajuda de um profissional. É muito comum vermos pessoas treinando sozinhas e cometendo inúmeros erros, que tornam a prática ineficaz.

Confira a seguir alguns dos erros mais comuns quando se fala em hipertrofia muscular:

MUSCULAÇÃO EMAGRECE?

Uma grande dúvida de quem frequenta academias e deseja emagrecer é se a musculação emagrece. Antigamente, acreditava-se que apenas exercícios aeróbicos ajudavam no emagrecimento; no entanto, devemos lembrar que o emagrecimento está diretamente relacionado à perda de gordura e ganho de massa magra.

Como a musculação fortalece os músculos do corpo, quanto maior for a quantidade de músculos, mais calorias serão queimadas durante as atividades físicas. Mas, para emagrecer e ficar em forma, o ideal é a combinação de exercícios aeróbicos, musculação e dieta equilibrada.

COMO MALHAR NO COTIDIANO

Se a sua desculpa para ser sedentário era o inconveniente de ir à academia ou a falta de tempo para praticar um esporte, saiba que ela acabou. Você pode sair do sedentarismo realizando atividades do seu cotidiano. Basta se organizar.

Isso mesmo: arrumar seu quarto, varrer a casa, passar pano nos móveis, trocar o elevador pela escada, descer do ônibus um ou dois pontos antes, tudo isso pode ajudar a sair do sedentarismo.

Mas não basta varrer a casa um dia e achar que virou um atleta. É necessário transformar as atividades cotidianas em rotina, realiza-las em blocos, ficar atento à intensidade e ao tempo. Tudo como na academia.

Além disso, você também pode fazer outros exercícios dentro da sua rotina, como caminhar. Uma pesquisa britânica revelou que caminhar 10 minutinhos a 5 km/h reduz o risco de morte precoce em 15%.

Então, chega de preguiça e vamos cuidar da saúde!

NÃO EXISTE IDADE PARA MALHAR

Chega de falar que tem preguiça, que não gosta de atividade física ou que está velho para malhar. Isso não existe! Veja o exemplo da fisioculturista de 63 anos, Nia Ceidiog (@ceidiogn). Considerada a mulher mais velha a praticar a modalidade, Nia quis ver até onde seu corpo podia chegar.

A partir de uma mudança em seu cardápio e a prática de atividades físicas, principalmente musculação, a britânica mudou seu corpo e sua mente. Ficou magra, delineada e musculosa.

Não existe idade para se cuidar. Basta querer e se dedicar!

ALIMENTAÇÃO X LONGEVIDADE

Comer pouco, ou seja, consumir aquilo que seu corpo precisa e movimentar-se sempre são alguns dos pilares para a longevidade.

Fazer exercícios de fortalecimento muscular, principalmente dos músculos das pernas, evita a sarcopenia, que nada mais é que a morte das células que formam os músculos.

Procure fazer atividades físicas variadas – um pouco de caminhada, um pouco de musculação – mas não se esqueça de deixar suas pernas fortes. Afinal, ter pernas fortes é essencial para um bom envelhecimento, além de ajudar a manter o equilíbrio corporal e evitar as quedas.

Então, você já se exercitou hoje? Comece a se cuidar desde já e tenha um envelhecimento saudável!

Converse com o um profissional e saiba como a Medicina pode te ajudar a entrar em forma!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.