A importância da Vitamina D

Muita gente pensa que a vitamina D é uma vitamina, como o próprio nome diz. Mas, na verdade, ela tem sido considerada um hormônio por cientistas ao redor do mundo. Isso se dá pela sua capacidade de regular a expressão de mais de 1.000 genes, contribuindo diretamente no funcionamento do nosso corpo.

Além de ser uma substância de extrema importância para a manutenção do organismo, a vitamina D evita o desenvolvimento de diversas doenças ósseas como o raquitismo, a osteomalácia e a osteoporose.

COMO AUMENTAR A VITAMINA D

A maioria das pessoas pode apresentar alguma deficiência de vitamina D, mas não é difícil aumentar seus níveis para se manter saudável. Confira!

  • Exposição solar (raios UVB) sobre a pele.
  • Ingestão de alimentos como peixes, bife de fígado, cogumelos, ovo e manteiga.
  • Suplementação oral ou injetável.

VITAMINA D E A PREVENÇÃO DE CÂNCER

Estudos pré-clínicos sugerem que a carência de vitamina D favorece o surgimento de diversos tipos de câncer, como os de mama, próstata e melanoma. Isso ocorre por que:

  • A vitamina D participa do processo de diferenciação celular, evitando que nossas células sofram uma mutação e se tornem cancerígenas.
  • A suplementação da vitamina D pode ser uma maneira econômica e segura de reduzir a incidência e prevalência de alguns tipos de câncer.
  • Melhora o prognóstico dos pacientes oncológicos.
  • Promove a autodestruição das células cancerígenas.

VITAMINA D E A DEPRESSÃO

Todo mundo sabe que a vitamina D é fundamental para a manutenção da saúde e bem-estar. Mas, o que não sabíamos até pouco tempo, é que ela também é capaz de ajudar no tratamento e controle da depressão.

Pesquisadores da Universidade of Maryland School of Medicine, nos Estados Unidos, realizaram um comparativo de dados científicos de cinco estudos distintos para avaliar os efeitos do consumo da vitamina D contra a depressão. O resultado foi a constatação de que a suplementação da vitamina D pode ser benéfica no controle da doença.

E você, já fez seu exame de vitamina D neste ano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *